Aceitar!

Este website utiliza cookies para assegurar uma melhor experiência no nosso website. Saber Mais

pt
en

informações

214 124 300

Notícias

Anemia – saiba quando deve consultar um médico e os sintomas a que deve estar atento

29/11/2023

29/11/2023

Anemia – saiba quando deve consultar um médico e os sintomas a que deve estar atento

Um em cada cinco portugueses sofre de anemia, uma doença que se caracteriza por um baixo número de glóbulos vermelhos ou de hemoglobina. Os glóbulos vermelhos contêm hemoglobina, uma proteína que lhes permite transportar oxigénio dos pulmões para todas as partes do corpo. Quando o número de glóbulos vermelhos é reduzido, o sangue não consegue transportar uma quantidade adequada de oxigénio, dando origem à anemia.


Estima-se que cerca de 4 a 5 mil milhões de pessoas podem sofrer de deficiência de ferro (essencial para a formação de hemoglobina), em todo o mundo, e cerca de 15% da população mundial apresenta um quadro clínico compatível com anemia. Nos países mais desenvolvidos estima-se que cerca de 9,1% da população é afetada pela doença – sendo que, em Portugal, os valores atingem mais do dobro desta média. Da população afetada por esta doença, cerca de 84% desconhece ter anemia (1 em cada cinco portugueses) e apenas 2% da população recebe alguma forma de tratamento para esta condição.

 
Os principais sintomas da anemia são a fadiga, com consequente redução na disponibilidade física e mental do doente. Existe, então, uma exigência de uma taxa de esforço, superior ao normal, para o coração, podendo agravar uma insuficiência cardíaca de base. A anemia provoca sintomas muito variados, entre os quais irritação, tonturas, perda de concentração, dores de cabeça, depressão, alterações do sono, desmaios, unhas quebradiças e perda de apetite.

 
De entre as várias causas de anemia estão a falta de ferro, as doenças intestinais inflamatórias – que interferem na absorção de ferro dos alimentos -, e doenças crónicas, como a artrite reumatoide, a insuficiência renal e o VIH/SIDA. As mulheres, devido à menstruação e à gravidez, reportam índices de anemias mais altos do que homens, de uma forma geral.

 
Para o tratamento da anemia é fundamental o diagnóstico em Hematologia Clínica, confirmado por análises ao sangue. Em caso de confirmação de um quadro anémico e conforme a causa da anemia, o tratamento pode incluir a administração de suplementos de ferro e/ou de vitamina B12, essencial para a absorção deste nutriente. Para prevenir a anemia, é fundamental a adoção de uma dieta equilibrada e orientada para a ingestão de alimentos ricos em ferro, vitamina B12 e vitamina C – estes últimos essenciais para a absorção do ferro. A dieta deve favorecer a ingestão de carne vermelha, peixe, frutos e vegetais de folhas verde escura, citrinos e kiwis. Ainda em relação à alimentação, por forma a garantir que esta seja a mais adequada à sua condição de saúde, é fundamental o acompanhamento de um nutricionista, que lhe poderá indicar exatamente como regular a sua dieta para melhor prevenir ou tratar a anemia.

Partilhar esta notícia