Aceitar!

Este website utiliza cookies para assegurar uma melhor experiência no nosso website. Saber Mais

pt
en

informações

214 124 300

Notícias

Exames de Rotina na Gravidez

21/09/2018

21/09/2018

Exames de Rotina na Gravidez

A gravidez é uma altura de maior vulnerabilidade na saúde da mulher. Existem vários exames de rotina considerados essenciais no seguimento de uma gravidez normal.


Análises Clínicas


A realização de análises durante a gravidez permite despistar várias alterações que podem pôr em causa a saúde da mulher, do bebé ou mesmo pôr em risco a gravidez. Algumas das situações avaliadas através de estudos analíticos são a anemia, infeções maternas e fetais, diabetes da gravidez, infeções urinárias, entre outras.


Ecografias


É recomendável a realização de pelo menos 3 ecografias durante a gravidez:

- Ecografia do 1º Trimestre - Realizada entre as 11 e 13 semanas, permite avaliar a data provável de parto, idade gestacional, presença de gravidez múltipla (gémeos), vários sinais de trissomia (translucência da nuca, ossos próprios do nariz, etc.) e malformações fetais graves;

- Ecografia do 2º Trimestre - Realizada entre as 21 e 23 semanas de gravidez, permite avaliar a morfologia (formação) do feto, excluindo ou diagnosticando a maioria das malformações;

- Ecografia do 3º Trimestre - Realizada entre as 31 e 34 semanas de gravidez, permite avaliar o crescimento fetal, placenta e a apresentação (posição) fetal.


Rastreio de cromossomopatias


Durante a gravidez, idealmente no 1º trimestre, está indicada a realização de testes de rastreio de aneuploidias, sendo a mais frequente a Trissomia 21 ou Síndrome de Down. Existem vários tipos de rastreios disponíveis que avaliam o risco do feto ter Trissomia 21, Trissomia 18 ou Trissomia 13:

- Rastreio Combinado Precoce 1º Trimestre - Recomendado a todas as grávidas, baseia-se numa colheita de sangue materno entre as 8 e as 10 semanas de gravidez (doseamento de PAPP-A e βhCG livre) e na realização da ecografia do 1º trimestre, entre as 11 e as 13 semanas, com avaliação precisa dos marcadores ecográficos de trissomias. A combinação da idade materna, doseamentos bioquímicos e ecografia alcança uma taxa de deteção de Trissomia 21 de cerca de 95%, sendo estes resultados conhecidos no momento da realização da ecografia. Quando não é possível realizar a colheita de sangue entre as 8 e as 10 semanas, esta deverá ser realizada aquando da realização da ecografia entre as 11 e 13 semanas (Rastreio Combinado do 1º Trimestre), sendo mesmo assim a taxa de deteção de Trissomia 21 superior a 90%. Nestes casos os resultados finais são conhecidos alguns dias após a realização do exame ecográfico/bioquímico.

- Testes de pesquisa de DNA fetal no sangue materno - É atualmente possível, a partir de uma amostra de sangue materno colhida depois das 10 semanas de gravidez, detetar fragmentos de DNA fetal em circulação e através da sua avaliação obter uma taxa de deteção de Trissomia 21 superior a 99%. Estes testes permitem também avaliar a presença de Trissomia 18 e Trissomia 13 embora com sensibilidades mais baixas, e ainda determinar o sexo fetal. No entanto, não dispensam a realização de ecografia do 1º Trimestre.

- Rastreio Bioquímico do 2º Trimestre - Realizado entre as 14 e as 20 semanas de gravidez (idealmente às 15 semanas), baseia-se na colheita de sangue materno com vários doseamentos bioquímicos que permitem avaliar o risco de Trissomia 21, Trissomia 18 e Trissomia 13 com taxa de deteção de Trissomia 21 de cerca de 80%.

A gravidez é uma fase única na vida, tendo a mulher que pensar em si e no seu futuro bebé. Apesar de não existirem exames que permitam excluir todo o tipo de problemas fetais, uma boa vigilância da gravidez aumenta a hipótese de sucesso e é essencial para um desfecho feliz.


Pode realizar estes exames na Clínica de Miraflores, Clínica de Cascais (CascaShopping), Clínica de Sintra, Clínica de Carcavelos e Clínica Médica de Faro. A sua marcação pode ser feita através da área pessoal do site, através da nossa App ou via contacto telefónico (214 124 300). 

Partilhar esta notícia

Joaquim Chaves SaúdeLocalidades com Serviço
de Despiste do Coronavírus
(COVID-19)

Joaquim Chaves SaúdeLocalidades com Serviço
de Despiste do Coronavírus
(COVID-19)